Publicado por: Agnès | Maio 6, 2009

Francesa de Pequeno Porte

Um blog de cozinha de uma portuense de gema (se bem que exilada em Lisboa) tinha de começar em grande. E para começar em grande nada melhor que uma francesinha. Quem é do Porto conhece-a com toda a certeza, basta fechar os olhos para lhe sentir o calor do queijo derretido, o cheiro forte que exala ainda fumegante, o picante do molho que nos faz ter de dar uso aos lenços de papel*. Quem não é do Porto já terá com toda a certeza ouvido falar, reconhecerá a sua fama. Quem a prova, dificilmente a esquece. A quem nunca provou ou a esqueceu resta apenas um reprovador shame on you. Para acabar com as vergonhas…

Francesinha
(4 pessoas)

Ingredientes:

para o molho…
– 1 kg de tomates maduros
– 1 lata de cerveja
– 4 salsichas
– 2 linguiças sem pele
– sal qb
– malaguetas a gosto

para a francesinha…
– 8 fatias de pão de forma**
– 4 bifes tenros
– 4 salsichas
– 2 linguiças
– 4 fatias mortadela
– 4 fatias de fiambre
– 20 fatias de queijo

Preparação:
Num tacho colocar todos os ingredientes do molho que se deixa a cozinhar em lume brando durante umas horas (se puder estar 3 ou 4 tanto melhor, mas tem de ser no mínimo 1 hora a partir do momento em que começa a ferver). Ir verificando e mexendo com frequência.
Quando estiver tudo bem cozido passar pela varinha mágica. Se estiver demasiado espesso passar por um coador. Voltar a colocar ao lume e manter quente até à altura de servir.

Sobre 4 das fatias de pão colocar o fiambre e a mortadela, seguidos do bife (já cozinhado), as salsichas e as linguiças cortadas longitudinalmente e cobrir com as restantes fatias de pão***. Cobrir com o queijo fatiado (5 fatias por francesinha no mínimo) e levar ao forno a gratinar até as carnes aquecerem e o queijo derreter.

Se se gostar pôr por cima um ovo estrelado antes de cobrir abundantemente com o molho bem quente. Comer rapidamente antes que arrefeça.

Observações:
* O picante a partir da malagueta ou do piripiri não faz mal ao estômago e tem a vantagem de limpar as vias respiratórias. É este o caso – nada melhor que uma francesinha para impedir uma constipação ainda a ser chocada. Garanto que resulta e até o médico já mo aconselhou.
** Se possível comprar o pão de forma ainda inteiro, já que convém cortar as fatias mais grossas do que as habituais para não se desfazerem tão facilmente.
*** A ordem dos ingredientes pode ser relativamente aleatória. Não obstante convém pôr sobre a fatia de pão pelo menos uma fatia de fiambre que vai fazer com que o pão não desfaça tão rapidamente. Também o bife convém ser colocado logo a seguir devido ao seu peso. quanto ao resto das carne podem ir sendo colocadas ao gosto de cada um. A própria lista das carnes que se incluem na receita pode variar. Esta é a versão que eu costumo fazer, mas há quem adicione salsichas frescas ou fatias de lombo, por exemplo.
– Se lhe sobrar molho pode congelá-lo para o utilizar noutra altura. É óptimo para batatas fritas!

Receita publicada originalmente aqui e foto aqui.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: